SANTIAGO (Reuters) - O número de mortos no forte terremoto e tsunamis que atingiram o Chile no fim de semana subiu de 763 para 795, disse nesta terça-feira a presidente chilena, Michelle Bachelet, segundo a mídia local. Bachelet fez os comentários durante visita a Curico, cidade afetada pelo tremor, informou a versão online do jornal chileno El Mercurio.

Mais cedo, um funcionário do escritório nacional de emergências (Onemi), ligado ao governo, disse que havia 763 mortos.

O Chile foi sacudido por um terremoto de magnitude 8,8 na madrugada de sábado, que ocasionou devastação em uma ampla região do centro e sul do país.

(Reportagem de Rodrigo Martínez)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.