Número de mortos por gripe H1N1 no México sobe para 83

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O número de mortos pela gripe H1N1 no México subiu para 83, mas a tendência de baixa na confirmação de novos casos foi mantida, disse a Secretaria de Saúde do país nesta segunda-feira. Até a sexta-feira, o México registrava 80 mortes pela nova variedade do vírus, que se propagou por 46 países e infectou pelo menos 12.515 pessoas no mundo.

Reuters |

Os casos confirmados no México somam 4.541, informou a secretaria em comunicado.

"O aumento no número de casos confirmados corresponde às amostras que já tínhamos e que estavam em estudo. Isso significa que a epidemia de influenza A H1N1 no México segue sua tendência de baixa", acrescentou a nota.

Desde há cerca de três semanas, o México tem reportado diariamente cada vez menos casos da doença.

A atividade no México e na sua capital, a região que mais sofreu com a epidemia e que registrou mais mortes no país, voltou à normalidade depois de ficar paralisada por vários dias por conta da doença.

(Reportagem de Miguel Angel Gutiérrez)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG