Número de mortos em rodovias federais cresce 13% no final do ano

Rio de Janeiro, 5 jan (EFE).- O recesso de Natal e Ano Novo terminou com um trágico saldo de 435 mortos e 4.

EFE |

795 feridos nas rodovias federais brasileiras, um aumento de 13,3% no número de vítimas mortais em relação ao mesmo período do ano anterior, informaram hoje fontes oficiais.

O esquema especial de Natal, que vigorou entre 20 de dezembro e 4 de janeiro, registrou 7.140 acidentes nos 61 mil quilômetros de estradas federais. Os números não incluem a rede de rodovias estaduais e locais.

Os dois fatores mais decisivos para o agravamento dos acidentes foram a intensa chuva que atingiu o sudeste do Brasil nas semanas de férias e a sobrecarga de ônibus e automóveis, "muitas vezes com mais passageiros que o permitido", informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em comunicado.

Um em cada cinco veículos que passaram pelos controles policiais estava cometendo alguma infração, e cerca de 100 mil automóveis foram flagrados pelos radares com excesso de velocidade.

A PRF também intensificou a campanha contra o álcool, que terminou com 1.043 multados e 650 detidos em flagrante. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG