Número de mortos em naufrágio de plataforma de petróleo chega a 16

Equipes de resgate continuam procurando 37 pessoas no Mar de Okhotsk, na Rússia. Outras 14 foram resgatadas com vida

iG São Paulo |

AFP/ Arktimor Neftegaz Razvedka
Foto sem data e sem localização especificada mostra plataforma petrolífera de Kolskaya, que tombou no Mar de Okhotsk, na Rússia
Equipes de resgate disseram nesta segunda-feira que só um milagre permitirá o resgate com vida das pessoas que estavam na plataforma petrolífera Kolskaya, que afundou no extremo oriente russo , embora a empresa proprietária da plataforma tenha relatado que uma jangada foi vista no mar.

Das 67 pessoas a bordo, 14 foram resgatadas com vida por embarcações que acompanhavam a plataforma, mas ondas de 6 metros de altura e temperaturas de -7°C prejudicaram os trabalhos de resgate. Socorristas disseram que o número de mortos já chega a 16.

O Ministério de Emergências, que geralmente coordena as operações de resgate, não confirmou a informação sobre a jangada, e disse que dificilmente alguém conseguiria passar mais de 24 horas à deriva na região nesta época de inverno.

A plataforma Kolskaya, que prestava serviços a uma subsidiária da estatal gasífera Gazprom, afundou a 200 quilômetros da ilha Sakhalina, emitindo um sinal de socorro às 20h24 de sábado (horário de Brasília).

Ainda estão desaparecidas 37 pessoas. "Até que todas as pessoas tenham sido encontradas, a operação de resgate não será concluída", disse por telefone Natalya Salkina, porta-voz dos investigadores federais de transportes na cidade de Khabarovsk, no extremo leste russo.

Questionada sobre a probabilidade de haver sobreviventes num mar tão gelado, ela disse: "A gente sempre espera um milagre."

* Com Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG