Segundo secretário do governo, sete mineiros seguem presos

Subiu para 14 o número de trabalhadores mortos em uma mina de carvão no nordeste da Colômbia, onde nesta quarta-feira ocorreu um acidente, informou Alvaro Silva, secretário do governo local, a um repórter da AFP no local. Silva indicou que outros três corpos foram recuperados, após a última informação divulgada falar de 11 mortos.

De acordo com Silva, outros sete mineiros ainda estão presos e que por isso os trabalhos de resgate continuarão. Um balanço inicial das autoridades locais havia indicado cinco mineiros mortos, seis feridos e 16 presos. A mina "La Preciosa" está localizada a uma hora do município de Sardinata, do qual Silva é o secretário de governo, e encontra-se no departamento do Norte de Santander, fronteiriço com a Venezuela.

O acidente ocorreu às 6h50 local (9h50 de Brasília), ao que parece por uma explosão, indicou Silva à AFP. O governo colombiano determinou o fechamento da mina até que sejam esclarecidas as causas do acidente, porque o ministro de Minas e Energia, Carlos Rodado, teme que o local não cumprisse com todos os requisitos, de acordo com declarações feitas no local da tragédia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.