Número de mortos em inundações no Vietnã sobe para 92

Hanói, 5 nov (EFE).- As autoridades do Vietnã aumentaram hoje para 92 o número de pessoas mortas por causa das inundações que atingem o centro e o norte do país, enquanto os desabrigados já passam de dezenas de milhares.

EFE |

A chuva parou de cair hoje de manhã sobre Hanói pela primeira vez desde sábado, quando o número de vítimas fatais na capital vietnamita chegou a 22, dois a mais do que o número anterior, e as pessoas resgatadas pelo Exército superam 41,2 mil (10,3 mil famílias).

As outras vítimas mortais são das 17 províncias que sofrem com as inundações, enchentes e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas.

O prefeito de Hanói, Nguyen The Thao, disse que apenas cinco bairros continuam alagados e que a maioria das escolas e estabelecimentos comerciais continua fechada.

O instituto meteorológico previu novas precipitações sobre Hanói no final de semana.

Mais de 100 mil casas e quase 240 mil hectares de plantações de arroz foram destruídos, e 170 quilômetros de estradas permanecem intransitáveis, indicam informações oficiais.

O Ministério da Saúde vietnamita ordenou que todos os hospitais fiquem alertas a possíveis surtos de cólera e dengue entre os desabrigados, que não têm acesso à água potável, alimentos e energia elétrica.

As autoridades estimam que as perdas econômicas superem 200 bilhões de dongs (US$ 12,1 milhões).

No ano passado, o Vietnã sofreu com a passagem de sete tufões e tempestades tropicais, que deixaram 435 mortos e feridos.

Neste ano, os desastres naturais já mataram pelo menos 300 pessoas no país, de acordo com cálculos oficiais.

O total estimado de perdas econômicas provocadas por estes fenômenos neste ano é de US$ 160 milhões, US$ 11 milhões a mais do que no mesmo período de 2007. EFE mat/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG