Número de mortos de epidemia infantil na China sobe para 34

Pelo menos 34 crianças morreram e quase 25.000 estão infetadas por uma epidemia do vírus EV71, que provoca a febre aftosa e que afeta as crianças de pouca idade na China, segundo o último balanço oficial.

AFP |

Na quarta-feira, os números eram de 28 mortos e 16.000 crianças afetadas.

As novas mortes aconteceram na província de Anhui (leste), na capital Hefei e na cidade de Bozhu, segundo a agência oficial Xinhua, que divulgou o número de 24.932 infectados em todo o país.

Apesar dos números preocupantes, o ministério da Saúde anunciou que a situação está melhor na cidade mais afetada pela doença, Fuyang, em Anhui, onde até o momento faleceram 22 crianças.

O ministério revelou que o número de casos registrados na cidade começou a diminuir.

A maioria dos casos fatais foi provocado pelo vírus EV71, muito contagioso e que se propaga pela secreção de muco, saliva ou fezes de uma pessoa infectada.

As crianças, com um sistema imunológico menos resistente que os adultos, são as mais vulneráveis.

A doença se manifesta no primeiro momento com febre, bolhas, úlceras bucais e brotoejas e pode até afetar o cérebro, o coração e os pulmões.

As autoridades do setor de saúde advertiram que mesmo que os adultos não apresentem os sintomas da enfermidade, podem ser portadores do vírus e infectar outras pessoas.

A epidemia levou o ministério da Saúde chinês a declarar um alerta nacional durante o fim de semana e a criar uma comissão especial, liderada pelo ministro Chen Zhu, para coordenar as ações com as autoridades locais.

A China registrou no ano passado 80.000 casos da doença e 17 mortos.



    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG