Número de mortes pela gripe sobe para dez no Equador

Quito, 22 jul (EFE).- O Ministério da Sáude do Equador anunciou hoje que subiu para dez o número de mortes pela gripe suína no país, após a confirmação de mais duas vítimas fatais.

EFE |

Uma fonte do Ministério disse à Agência Efe que uma das mortes ocorreu na província de Chimborazo, na zona andina do país, mas não deu dados sobre o segundo caso.

As autoridades investigam se outras duas mortes estão relacionadas ao vírus.

O número de contaminados pela doença subiu para 434. O primeiro caso surgiu em maio.

Segundo o Ministério da Saúde, as dez mortes pela gripe foram nas províncias de Azuay, Chimborazo, Pichincha, Loja e Tungurahua.

O maior número de vítimas é da província litorânea de Guayas, cuja capital é Guayaquil - cidade mais povoada do país e centro econômico da nação.

A segunda província mais afetada é Pichincha, cuja capital é Quito (capital do país), seguida pelas províncias de Azuay, Chimborazo, Manabí, Tungurahua, Loja, Pastaza, El Oro, Cañar, Esmeraldas, Carchi, Cotopaxi, Los Ríos, Morona Santiago e Napo.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE sm/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG