Número de mortes em atentado contra xiitas no Paquistão chega a 35

Outras 243 pessoas ficaram feridas no ataque

EFE |

O número de mortos no múltiplo atentado realizado na quarta-feira contra uma procissão da corrente islâmica minoritária xiita na cidade oriental paquistanesa de Lahore chegou a 35, informou à agência Efe uma fonte policial nesta quinta-feira.

Outras 243 pessoas ficaram feridas no ataque, que consistiu em uma explosão de granada e duas detonações efetuadas por terroristas suicidas, segundo a fonte.

De acordo com diferentes veículos da imprensa paquistanesa, a ação foi reivindicada pela organização sectária "Lashkar-e-Jhangvi", um grupo extremista sunita que tem sua base na província do Punjab, cuja capital é Lahore.

Os líderes da comunidade xiita de Lahore determinaram três dias de luto pelas vítimas do ataque, que aconteceu em uma data assinalada de seu calendário religioso, quando centenas de fiéis tinham se reunido em procissão perto do templo de Karbala Gamay Shah, no centro histórico de Lahore.

A série de explosões aconteceu pouco depois do fim do jejum tradicional que marca o mês sagrado do Ramadã. A cidade de Lahore, capital cultural do Paquistão e povoada por mais de oito milhões de habitantes, foi alvo da maioria dos grandes atentados terroristas no país.

O país asiático vive situação complicada pelas piores inundações de sua história, que desde o fim de julho causaram a morte de mais de 1.600 pessoas, deixaram 18 milhões de desabrigados e inundaram um quinto do território paquistanês.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG