Número de famintos no mundo passa de 1 bilhão

LONDRES - O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU informou nesta quarta-feira que, pela primeira vez, o número de pessoas com fome no mundo passou de um bilhão.

Redação com agências internacionais |


AP
Garota recebe ajuda alimentar no Paquistão
Garota recebe ajuda
alimentar no Paquistão
Em entrevista coletiva em Londres, a diretora do PMA, Josette Sheeran, disse que o planeta atualmente tem 1,020 bilhão de famintos. Já o fluxo da ajuda humanitária é o menor da história , destacou a funcionária.

"Este ano, temos mais famintos que nunca", afirmou Sheeran, que fez questão de lembrar que "muitas pessoas acordam e não têm nada para comer".

Segundo a diretora do PMA, essa situação, além de ser uma "receita para o desastre", é "crítica para a paz, a segurança e a estabilidade em muitos lugares do mundo".

A vulnerabilidade de muitas pessoas, acrescentou Sheeran, foi agravada por "duas tempestades que coincidiram e estão superando" os efeitos da crise financeira internacional e do encarecimento dos alimentos.

A diretora do PMA aproveitou a ocasião para fazer um "apelo urgente" ao G8 (os sete países mais industrializados e a Rússia) e ao G20 (os países mais ricos e as principais nações emergentes) para que ajudem a resolver um problema que requer mais que "soluções de longo prazo".

"Com a Assembleia Geral das Nações Unidas e a cúpula do G20 em Pittsburgh (Pensilvânia, EUA) já para acontecer, os líderes mundiais têm a oportunidade ideal de colocar a fome no mapa", destacou o PMA num comunicado.

Sheeran anunciou ainda que o Programa Mundial de Alimentos enfrenta "um grave déficit fiscal". Segundo ela, este ano o PMA só recebeu US$ 2,6 bilhões dos US$ 6,7 bilhões necessários para distribuir alimentos a 108 milhões de pessoas em 74 países.

A funcionária também disse que, com "menos de 1%" das injeções feitas pelos governos para salvar o sistema financeiro internacional, seria possível acabar com a fome de milhões de pessoas.

Leia mais sobre fome

    Leia tudo sobre: fome

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG