Santiago do Chile, 22 mai (EFE).- O temporal de chuva e vento que desde o último fim de semana afeta as regiões central e sul do Chile deixou até o momento 4.

892 desabrigados, informou o subsecretário do Interior chileno, Felipe Harboe.

O temporal atinge o território compreendido entre as regiões de Valparaíso, ao noroeste de Santiago, e Dos Rios, mil quilômetros ao sul da capital.

Harboe, depois de se reunir com a diretora do Escritório Nacional de Emergência (Onemi), Carmen Fernández, disse à imprensa que as mais afetadas são as regiões de Maule, a 250 quilômetros de Santiago, e de Bío-Bío, a 500 quilômetros da capital.

As aulas foram suspensas nesses dois locais.

Com relação a estradas, o subsecretário do Interior chileno indicou que as rotas principais não foram afetadas, mas que diversos caminhos secundários apresentam problemas para o trânsito de veículos.

Acrescentou que o número de mortos está em quatro - duas crianças e dois adultos -, e que foram distribuídas 26 toneladas de ajuda nas regiões mais afetadas, assim como albergues de emergência aos desabrigados.

O Departamento de Meteorologia do Chile confirmou que na tarde de nesta quinta-feira haverá novas chuvas e rajadas de ventos de cerca de 40 km/h nas zonas afetadas; Harboe declarou que foram intensificados os trabalhos de prevenção. EFE ns/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.