Número de crianças mortas em creche mexicana chega a 41

México, 7 jun (EFE).- O número de crianças mortas em um incêndio na sexta-feira em uma creche da cidade de Hermosillo, no México, subiu para 41, após o falecimento nas últimas horas de mais três menores, confirmaram à Agência Efe fontes do Governo do estado mexicano de Sonora.

EFE |

Outras 26 crianças permanecem hospitalizadas com queimaduras de primeiro e segundo graus e intoxicações pulmonares como consequência da inalação de fumaça.

O balanço de vítimas pode continuar aumentando, porque "12 crianças se encontram em estado grave" e um apresenta morte cerebral, disse à Efe um porta-voz do estado de Sonora.

O presidente do México, Felipe Calderón, realizou ontem uma visita aos hospitais de Hermosillo para conhecer a situação das crianças internadas e expressar seu apoio às famílias das vítimas.

Calderón deu instruções à Procuradoria-Geral mexicana para que investigue as causas do incidente e puna os responsáveis.

Peritos já entraram no caso, mas, até agora, ninguém foi detido.

Embora a hipótese inicial tenha apontado que o incêndio começou em um depósito de pneus, o chefe do Corpo de Bombeiros de Hermosillo, Martín Lugo, declarou à imprensa local que o fogo começou em uma adega situada junto à creche.

Havia nessa adega papéis e material inflamável. O teto plástico da creche derreteu por causa do calor provocado pelo incêndio e caiu sobre as crianças, que dormiam no momento do ocorrido. EFE mf-jrm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG