Panamá, 31 ago (EFE).- O Ministério da Saúde do Panamá (Minsa) informou hoje que o número de casos de pacientes que contraíram a gripe A no país chega a 693, 33 a mais que o anunciado no boletim da quinta-feira.

As autoridades não anunciaram, no entanto, o novo número de mortes em decorrência da doença durante o período no país. Um total de sete vítimas fatais já foi contabilizado, desde o dia 19 de julho, quando a primeira pessoa, um bebê de nove meses, faleceu por complicações respiratórias derivadas da gripe.

Do total de pacientes confirmados, 640 receberam alta e voltaram a suas atividades cotidianas.

O relatório do ministério também aponta que, somente na província de Darien e na comarca de Kuna Yala, na fronteira com a Colômbia, não há evidência da circulação do vírus A(H1N1). EFE fa/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.