Número de bilionários na China só é menor do que nos EUA

Apesar da crise econômica mundial, o número de bilionários na China cresceu de 101 para 130 durante o ano passado, segundo um levantamento divulgado nesta terça-feira. O Hurun Report afirma que a China hoje é o segundo país no mundo com o maior número de indivíduos com mais de US$ 1 bilhão, atrás apenas dos Estados Unidos, com 359 bilionários.

BBC Brasil |

Mas o número real de bilionários chineses pode ser ainda bem maior. Os autores do estudo dizem que outras cem pessoas podem estar mantendo secretas suas fortunas.

O relatório diz que o aumento reflete o fato de a economia chinesa estar crescendo fortemente, mesmo em tempos de instabilidade financeira global.

Perfil

A maior parte dos bilionários chineses construiu suas riquezas na área da construção e indústrias relacionadas a esse setor, lucrando com o número crescente de pessoas que trocam o campo pela cidade no país.

O governo chinês calcula que até 2025, outras 300 milhões de pessoas vão fazer este movimento, sinalizando que o ramo de negócio deve se manter promissor.

Atividades "verdes", associadas à proteção do meio ambiente, também são rentáveis. O homem mais rico da China, Wang Chuanfu, avaliado em US$ 5 bilhões, desenvolveu um carro elétrico.

A chinesa mais rica, Zhang Yin, é proprietária de uma empresa de reciclagem de papel.

O relatório afirma que, embora o país tenha abraçado o capitalismo, conexões com o regime comunista ajudam na acumulação de riquezas. Um terço da lista dos mil homens mais ricos da China é integrante do Partido Comunista.

Jovens

O relatório afirma que menos de 1% destes mil chineses mais ricos herdou suas fortunas. Na Grã-Bretanha, este número é de 25% e nos Estados Unidos, 35%.

O perfil médio do bilionário chinês é o de um homem empreendedor de 50 anos que iniciou seu negócio aos 34 anos de idade.

A idade é 15 anos menor do que a do perfil do bilionário médio americano ou europeu.

Integram a lista 94 pessoas com menos de 40 anos de idade.

Xangai e Pequim são as duas cidades chinesas com o maior número de bilionários.

Os hobbies favoritos destes milionários são golfe, viagens e natação. No exterior, eles preferem destinos como Estados Unidos, França e Austrália.

    Leia tudo sobre: bilionárioschinaeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG