Cairo, 19 nov (EFE).- O número dois da Al Qaeda, Ayman al-Zawahiri, supostamente usou hoje definições duplamente racistas contra o presidente eleito dos EUA, Barack Obama, e o advertiu de que pode fracassar no Afeganistão se decidir continuar com a guerra neste país.

Em uma gravação de áudio postada em um fórum islamita na internet, cuja autenticidade não pôde ser verificada, Al-Zawahiri afirmou que Obama terá a mesma "sorte" que seu antecessor George W.

Bush, o ex-presidente paquistanês Pervez Musharraf, assim como britânicos e soviéticos se prosseguir com o conflito no Afeganistão.

Zawahiri atacou o anúncio de Obama de retirar tropas do Iraque para mandá-las ao Afeganistão e ameaçou-a como "uma política destinada ao fracasso antes de nascer".

"Entre, que os cachorros do Afeganistão acharão deliciosa a carne de teus soldados, portanto mande milhares e milhares", prosseguiu na gravação, acompanhada de algumas imagens de Obama.

Além disso, Zawahiri, nascido no Egito, classificou na gravação a Obama como "negro que serve aos brancos" - insultando tanto o presidente eleito quanto os "brancos" em geral.

"És o contrário dos negros honestos americanos como Malcom X", disse o braço-direito do chefe da Al Qaeda, Osama bin Laden, na gravação.

"Em ti, Colin Powell, (Condolezza) Rice e os que são como vocês, se confirmam as palavras de Malcom X sobre os 'criados negros'", acrescentou.

O áudio apareceu acompanhado de uma imagem do Zawahiri e de uma fotografia de Obama junto a dirigentes judeus, além de uma instantânea de Malcom X.

Estas declarações foram divulgadas depois de o presidente eleito dos EUA destacar, durante a campanha eleitoral, "a necessidade de estabilizar o Afeganistão" e se mostrar convencido de que isto demandará um aumento do número de militares no país, que atualmente já supera os 55 mil.

A última mensagem de Zawahiri foi divulgado em 8 de setembro, quando criticava as autoridades iranianas por adotar "políticas de dois pesos e duas medidas" no Oriente Médio. EFE aj-ssa/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.