Novo tratado de desarmamento nuclear sairá em dias, diz Rússia

Moscou, 22 mar (EFE).- O novo tratado de desarmamento nuclear negociado entre Rússia e Estados Unidos há quase um ano será fechado em questão de dias, anunciou hoje Serguei Riabkov, vice-chanceler russo.

EFE |

"Estamos literalmente no limiar. O assunto será fechado nos próximos dias", assinalou Riabkov, citado por agências de notícias russas.

O vice-chanceler insistiu que o novo documento de redução de armas nucleares vinculará juridicamente o armamento ofensivo (mísseis balísticos) e defensivo (sistemas antimísseis).

"Isso é algo que se esteve tratando desde o começo das negociações (abril de 2009)", acrescentou.

Na semana passada, o ministro de Assuntos Exteriores russo, Serguei Lavrov, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, já haviam mostrado confiança na assinatura rápida do tratado.

Rússia e EUA começaram em 9 de março, em Genebra, a décima e provavelmente última rodada de negociações sobre desarmamento iniciadas há quase um ano pelos presidentes russo, Dmitri Medvedev, e americano, Barack Obama.

Segundo o diário "Kommersant", que cita fontes do Kremlin e da Chancelaria russa, a assinatura do tratado de desarmamento será feita antes da conferência nuclear de Washington, marcada para 12 de abril.

Analistas alertam, porém, que o problema pode estar não na assinatura do tratado, mas na ratificação pelo Legislativo dos dois países.

Os presidentes russo e americano acordaram que o novo tratado de desarmamento deve reduzir o número de ogivas nucleares de cada país a entre 1.500 e 1.675 em seus primeiros sete anos de vigência. EFE io/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG