SYDNEY (Reuters) - Um terremoto de magnitude 6,8 atingiu as Ilhas Salomão nesta terça-feira, sem causar tsunamis ou vítimas, disse a polícia. Esse foi o último de uma série de tremores registrados perto da nação do Pacífico do Sul desde segunda-feira.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos disse que o tremor ocorreu no fundo do mar, 160 quilômetros a sudeste da pequena ilha de Gizo.

O Centro de Alerta para Tsunamis no Pacífico, sediado no Havaí, disse que o tremor, com profundidade de 33 quilômetros, poderia causar um tsunami, mas não houve a emissão de um alerta para a região.

"Não tivemos registros de estragos e nenhum risco de tsunami. (O tremor) foi um pouco maior que o da noite anterior", disse à Reuters por telefone um policial em Gizo.

Dois fortes abalos sísmicos causaram estragos em vilarejos e provocaram deslizamentos de terra em regiões remotas das Ilhas Salomão na segunda-feira, mas não há informações de vítimas. Os terremotos, de magnitude 7,2 e 6,5, ocorreram em regiões próximas a Gizo, informou o Serviço Geológico dos EUA.

Um forte tremor de magnitude 8,2 provocou um tsunami em Gizo em 2007, matando 52 pessoas e deixando milhares de desabrigados.

As Ilhas Salomão fazem parte do "Anel de Fogo" do Pacífico, onde placas continentais em colisão causam atividade sísmica frequente.

Uma série de tsunamis atingiu os Estados insulares de Tonga, Samoa e Samoa Americana em setembro de 2009, matando mais de 100 pessoas e destruindo várias comunidades na área.

(Reportagem de Michael Perry)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.