Novo primeiro-cão da Casa Branca vira centro das atenções nos EUA

Deixando de lado por um momento a crise financeira e os piratas somalis, a notícia que roubou todas as atenções nos Estados Unidos nesta segunda-feira foi a chegada à Casa Branca de Bo, um filhote de cão dágua português, que será oficialmente apresentado na terça como mascote da família Obama.

AFP |

O inesperado evento do cachorro, prometido ainda durante a campanha eleitoral pelo presidente Barack Obama às filhas Malia, de 10 anos, e Sasha, 7, reunirá a primeira-família diante de jornalistas do mundo inteiro, ávidos pela primeira foto oficial do novo habitante da Casa Branca.

"Sei que ele chegará de manhã, e acho que será uma oportunidade para que todos possam ver o novo cão", declarou o porta-voz da presidência, Robert Gibbs.

Durante a coletiva sobre Bo, um jornalista lembrou ao porta-voz que o cachorro do ex-presidente George W. Bush, o scottish terrier Barney, certa vez mordeu um repórter, Gibbs respondeu: "eu o treinei (Bo) durante toda a manhã".

O filhote foi um presente do senador democrata Ted Kennedy, que tem uma criação de cão d'água português e "fez campanha" pela raça quando Obama anunciou que estava à procura do cachorro perfeito para dar às filhas.

col/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG