Barack Obama afirmou em uma entrevista que manterá a tradição e assumirá o cargo de presidente dos Estados Unidos com a citação do nome completo, incluindo seu segundo nome: Hussein.

Durante a campanha presidencial, alguns opositores se referiam ao presidente eleito com a menção do segundo nome, em uma tentativa de passar a impressão de que o democrata estava ocultando uma suposta condição de muçulmano.

No entanto, Obama, que se declara cristão, afirmou ao jornal Chicago Tribune que vai manter a tradição na cerimônia de posse.

"Acredito que a tradição é usar todos os nomes e vou seguir a tradição", disse Obama ao Tribune.

"Não estou tentando enviar nenhuma mensagem. Vou fazer o que todos fizeram", acrescentou.

Durante a campanha, o candidato republicano John McCain qualificou de "inapropriada" a atitude de um de seus simpatizantes, que chamou Obama de Barack Hussein.

ddl/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.