Novo premier tailandês é alvo dos primeiros protestos

Milhares de partidários do ex-premier tailandês no exílio Thaksin Shinawatra se reuniram neste domingo em Bangcoc para exigir novas eleições, um dia antes do novo primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva, apresentar sua linha de governo ao Parlamento.

AFP |

A polícia calculou o número de manifestantes em 20.000, mas os organizadores do protesto anunciaram 50.000 presentes.

Mais de 3.000 policiais acompanharam a manifestação dos "camisas vermelhas", os partidários de Thaksin que substituem nas ruas os "camisas amarelas", os monárquicos que ocuparam os aeroportos de Bangcoc há um mês e precipitaram a queda do governo anterior.

Abhisit, 44 anos, líder do Partido Democrata (que era oposição), se tornou o primeiro-ministro em 15 de dezembro, depois da queda da coalizão de governo liderada pelo Partido do Poder Popular (PPP), dos partidários de Thaksin, liderada pelo então premier Somchai Wongsawat.

"Nossa exigência é que Abhisit ordene a dissolução do Parlamento porque ele não tem legitimidade", disse Jatuporn Prompan, um dos líderes dos protestos.

tp-dk/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG