Moscou, 10 dez (EFE).- O novo patriarca da Igreja Ortodoxa Russa será eleito no final de janeiro e entronizado em 1º de fevereiro, anunciou hoje o metropolita Kirill de Smolensk e Kaliningrado.

O Concílio da Igreja Ortodoxa Russa será o encarregado de escolher durante sua sessão de 27 a 29 de janeiro, o sucessor de Alexei II, o patriarca russo desde 1990 que morreu na sexta-feira passada, segundo as agências russas.

A entronização acontecerá na Catedral Cristo Salvador, em Moscou, onde aconteceu o velório de Alexei II.

"O Santo Sínodo decidiu convocar o Concílio no qual deve ser eleita Sua Santidade, o patriarca", disse Kirill, guarda do trono até a escolha do novo líder dos ortodoxos russos.

Antes de 15 de janeiro do próximo ano, as 156 dioceses devem nomear seus três representantes e o chefe da delegação que assistirá ao Concílio.

O Concílio também terá a presença de dois representantes das dioceses ortodoxas dos Estados Unidos, Canadá e Escandinávia.

Kirill, que protagonizou recentemente uma viagem pela América Latina na qual consagrou vários templos e se reuniu com Fidel Castro em Havana, é considerado o principal candidato a substituir Alexei II. EFE io/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.