Novo patriarca latino de Jerusalém assume posto no Santo Sepulcro

Jerusalém, 22 jun (EFE).- Fouad Twal, o novo patriarca latino de Jerusalém, foi entronado hoje no Santo Sepulcro em cerimônia na qual assumiu a liderança da Igreja Católica na Terra Santa.

EFE |

"Hoje foi sua entrada triunfal no Santo Sepulcro, depois que ontem seu antecessor, Michel Sabah, entregou-lhe o cajado em uma missa (de despedida) no Jardim do Getsêmani", disse à Agência Efe o padre Artemio Vítores, vigário da Custódia Franciscana em Jerusalém.

Vítores, que participou dos atos religiosos, explicou que a figura do patriarca na Igreja data do século IV, mas que, em Jerusalém, foi instaurada mais tarde, desaparecendo progressivamente após a derrota dos cruzados na Terra Santa na Idade Média.

Em 1847, Roma restaurou o patriarcado latino, que dirige uma diocese que tem cerca de 50 mil cristãos e abrange os atuais territórios de Israel, Jordânia, Chipre e a Autoridade Nacional Palestina (ANP).

No entanto, essa diocese é uma das mais sensíveis e importantes para a Santa Sé, pois nela se encontram, entre outros lugares sagrados, o Santo Sepulcro - em Jerusalém -, a Basílica da Natividade - em Belém - e a Igreja da Anunciação - em Nazaré.

As palavras de Twal, ao se referir ao conflito entre palestinos e israelenses, pareceram mais diplomáticas que as de seus antecessores.

"Nosso povo da Terra Santa, como todos os povos do Oriente Médio, não pára de sofrer, esperando a hora de sua libertação, a hora de sua ressurreição, pois sua Via Crúcis continua", disse.

O patriarca latino também pediu que os chefes das nações em conflito tenham "temor a Deus" e "piedade de vossos povos", assim como "coragem para encontrar soluções justas, para que vivamos em paz e em segurança".

"Estamos certos de que a paz é possível, de que a justiça é possível, de que a confiança recíproca é possível".

Twal, de 68 anos, nasceu na Jordânia, e, após sua formação sacerdotal, se especializou em direito canônico e internacional.

Assim, passou a fazer parte da Secretária de Estado do Vaticano.

No próximo dia 27, Twal viajará a Roma, onde concluirá sua posse com o recebimento do pálio de patriarca. EFE elb/rb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG