Novo Governo japonês não se opõe a diálogo EUA-Coreia do Norte

Tóquio, 17 set (EFE).- O novo Governo do Japão não se opõe à possibilidade de que os Estados Unidos mantenham um diálogo bilateral com a Coreia do Norte, disse hoje o ministro de Exteriores, Katsuya Okada, em uma entrevista a imprensa japonesa publicada pela agência Kyodo.

EFE |

Okada lembrou que o objetivo de Washington, como o de Tóquio, é conseguir que o regime comunista norte-coreano retorne às negociações para sua desnuclearização, das quais participam as duas Coreias, EUA, Japão, Rússia e China.

Segundo o novo chefe da diplomacia japonesa, que tomou posse ontem no Governo de Yukio Hatoyama, "conversas bilaterais entre Estados Unidos e Coreia do Norte não são algo ruim".

"Os Estados Unidos disseram que essa medida está dentro das negociações multilaterais e eu acho o mesmo", disse Okada, acrescentando que "não há nenhuma oportunidade" de que o Japão adote uma atitude conciliadora em relação a Pyongyang se este paíse continuar lançando mísseis e realizando testes nucleares.

Segundo a agência local "Kyodo", a postura do novo Executivo japonês de Hatoyama sobre a Coreia do Norte não parece diferir da que o Japão manteve nos últimos anos. EFE psh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG