Novo divórcio custará 20 mi de euros a ator John Cleese

Londres, 18 ago (EFE).- O divórcio de sua terceira mulher vai custar 12 milhões de libras (19,8 milhões de euros) a John Cleese, ator conhecido por, entre outros trabalhos, sua participação no grupo britânico Monty Python.

EFE |

Cleese, de 70 anos, se comprometeu a compensar Alyce Faye Eichelberger com 8 milhões de libras (9 milhões de euros) com dinheiro e várias propriedades, entre elas um apartamento em Nova York, uma casa em Londres e a metade de outra em Santa Bárbara (Califórnia).

Eichelberger, de 64 anos e psicóloga de origem americana, receberá também 600 mil libras (700 mil euros) durante sete anos, segundo foi acordado perante um tribunal nos Estados Unidos, informa hoje o jornal britânico "The Daily Telegraph".

Cleese, que está escrevendo atualmente uma comédia intitulada "My Alyce Faye Divorce Tour", não escondeu seu descontentamento com o custo do divórcio, que tornará sua ex-mulher mais rica que ele.

"O que me parece mais injusto é que se ambos morrêssemos hoje, seus filhos herdariam muito mais que os meus familiares", se queixa o humorista. Quando Cleese conheceu Eichelberger, ela vivia com seus dois filhos de um casamento anterior.

John Cleese criou há cerca de 40 anos o grupo humorístico Monty Python junto a Terry Gilliam e Graham Chapman, entre outros, com quem realizou programas de TV e filmes como "A vida de Brian" (1979) e "O sentido da vida" (1983).

Em 1989, foi indicado ao Oscar como roteirista do filme "Um peixe chamado Wanda", do qual também participou como ator. EFE jr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG