Paris, 23 jul (EFE).- A cantora Carla Bruni, já conseguiu o sucesso esperado com seu terceiro álbum - o primeiro desde que se tornou primeira-dama da França - Comme si de rien nétait, e ficou na frente das vendas.

O sucesso demorou, aparentemente, mais que o previsto, pois essa marca deveria ser conquistada em um fim de semana, já que o disco foi lançado na sexta-feira, e não em uma segunda-feira, como costuma ser o habitual, ressalta o jornal "Le Parisien".

O jornal afirma que só os "grandes discos internacionais tipo Madonna", permitem acrobacias comerciais deste tipo.

A "demora" do êxito não foi devido, em todo caso, a uma falta de cobertura midiática, que foi grande para este novo álbum da artista, considerando seu recente casamento com o chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy.

De acordo com o Sindicado Nacional da Edição Fonográfica (SNEP, em francês), a primeira-dama obteve o primeiro lugar com a venda de 18.248 exemplares de seu disco em uma semana, para deixar em segunda posição o grupo britânico Coldplay, que vendeu durante esses mesmos dias 15.272 unidades de "Viva la Vida".

No total, Carla Bruni vendeu 32.378 discos desde que o álbum saiu à venda, em 11 de julho. EFE lg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.