Novo chefe da segurança do Quirguistão garante que capital está em ordem

Moscou - O novo chefe do Serviço de Segurança Nacional do Quirguistão, Keneshbek Diushebayev, assegurou nesta sexta-feira que a calma retornou a Biskek, capital do país, depois que na noite de quinta-feira os enfrentamentos entre as forças da ordem e os vândalos dispostos a saquear a capital se multiplicaram.

EFE |

"A cidade está sob controle", afirmou Diushebayev, que acrescentou que a ordem está sendo restabelecida, enquanto garantiu que não haverá mais saques.

O chefe assinalou que as desordens na capital foram causadas pelos partidários do presidente derrubado, Kurmanbek Bakiev, que provocaram os jovens.

EFE
Fumaçã sai do Palácio Presidencial nesta quinta-feira, no Quirguistão
Fumaçã sai do Palácio Presidencial nesta quinta-feira, no Quirguistão


A Polícia regula o tráfego na capital para facilitar a limpeza das ruas, o transporte público funciona com normalidade e parte das lojas voltaram a ser abertas, segundo a agência russa "Interfax".

Além, estão sendo cumpridos todos os horários dos voos nacionais e internacionais que partem e aterrissam no aeroporto internacional de Manás.

Um porta-voz do novo Governo de confiança popular indicou que o número de mortos nos distúrbios na capital chegou a 76, dos quais 64 já foram identificados.

Esta sexta-feira e sábado foram declarados dias de luto no Quirguistão em memória das vítimas mortais nas manifestações antigovernamentais dos últimos dias.

As novas autoridades assinalaram que assumirão os custos dos funerais dos falecidos nos distúrbios, que também deixaram feridas mais de 1.500 pessoas, das quais 520 tiveram que ser internadas. EFE egw/fm

    Leia tudo sobre: quirguistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG