Novo chanceler israelense volta a ser interrogado por corrupção

O novo ministro israelense das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, foi interrogado nesta sexta-feira pela segunda vez em dois dias por suspeitas de corrupção, anunciou um porta-voz da Polícia.

AFP |

"Lieberman foi interrogado durante mais de cinco horas pela Polícia por suspeitas de corrupção, fraude, lavagem de dinheiro e abuso de poder", indicou o porta-voz, Micky Rosenfeld.

Será interrogado novamente, acrescentou.

Lieberman, que na quarta-feira assumiu suas funções como responsável pela pasta de Relações Exteriores, já havia sido interrogado na quinta-feira pelos investigadores.

Segundo a imprensa, suspeita-se que Lieberman, líder do partido ultranacionalista Israel Beitenou (Nossa Casa Israel), tenha recebido "grandes somas de dinheiro do exterior" para financiar suas campanhas eleitorais.

Esse dinheiro circulou, supostamente, por empresas fantasmas e diferentes contas bancárias.

Segundo um comunicado divulgado por seu gabinete na quinta-feira, Lieberman "cooperou" com a Polícia e disse "ter pressa para pôr fim a esta investigação e a este assunto, que dura 13 anos".

rb/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG