Novo caso de incesto e violência sexual é revelado, agora no Chile

O Chile revelou nesta terça-feira seu próprio horror familiar: um operário de 48 anos foi detido acusado de violentar por 14 anos uma de suas filhas e ter com ela quatro filhas-netas, em um caso semelhante aos registrados recentemente na cidade argentina de Mendoza e na Áustria.

AFP |

Manuel Jesús Bartierra foi denunciado à Polícia por sua filha Viviana, de 26 anos de idade, em outubro do ano passado. Foi então que a mulher acusou seu pai de violentá-la desde que tinha 12 anos e de ter, produto desses abusos, quatro filhas hoje com oito, sete, cinco e quatro anos de idade.

O Ministério Público iniciou as investigações, mas Bartierra fugiu em dezembro ao tomar conhecimento de que havia sido denunciado e foi localizado três semanas atrás.

O homem, um operário que vivia no bairro popular de Quilicura, no norte de Santiago, foi detido na segunda-feira e levado para a prisão da capital. Espera-se que seja interrogado na tarde desta terça-feira por um juiz que tem até sábado para decidir se o deixa em liberdade ou inicia um processo.

"Foi possível estabelecer que aos nove anos foi abusada sexualmente, mas os estupros ocorreram a partir dos 12 anos", afirmou o capitão da Polícia Mauro Pino.

Viviana foi interrogada nesta terça-feira de manhã e não se sabia até agora os detalhes de seu depoimento, enquanto o juiz ordenou exames em suas quatro filhas para determinar se também haviam sofrido violência sexual.

Segundo informações iniciais a respeito do caso, a mulher abusada denunciou seu pai quando ele começou a dar indícios de querer abusar de uma de suas filhas-netas. Viviana então foi ao Ministério Público.

pa-nr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG