Novo avanço na seqüência do genoma do homem de Neandertal

Uma equipe de pesquisadores alemães e americanos conseguiu decifrar por completo a seqüência do genoma mitocondrial, o DNA transmitido pela mãe, de um homem de Neandertal a partir de um osso fossilizado de 38.000 anos, segundo estudo publicado nesta quinta-feira nos EUA.

AFP |

Estes trabalhos representam uma etapa útil para decifrar a totalidade do genoma do Neandertal, já em estado avançado, destacaram os cientistas.

"Reconstituímos pela primeira vez uma seqüência genética de um DNA antigo essencialmente sem erros", explicou Richard Green, do Instituto Max-Plant de antropologia evolutiva na Alemanha, um dos co-autores deste estudo divulgado na edição de 8 de agosto da revista americana Cell.

Esta reconstrução da seqüência permite maior evidência das verdadeiras diferenças entre os genomas do Neandertal e do homem atual, determinando mudanças resultantes da evolução.

A análise desta nova seqüência confirma que a mitocôndria do Neandertal é geneticamente diferente da do ser humano de hoje.

Embora esteja estabelecido que o Neandertal era o ser mais próximo do homem moderno, sua relação exata ainda não foi determinada e a incógnita sobre se os dois grupos se misturaram continua sendo motivo de controvérsia, explicaram.

js/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG