Novo ataque com mísseis mata seis pessoas no Paquistão

Islamabad, 31 mar (EFE).- Pelo menos seis pessoas morreram em um novo ataque com mísseis supostamente lançados por aviões não tripulados em uma zona tribal paquistanesa, na fronteira com o Afeganistão, informaram fontes oficiais.

EFE |

O fato aconteceu na noite desta terça-feira, na zona de Tapi, situada na conflituosa região tribal do Waziristão do Norte, segundo fontes citadas pelo canal televisivo paquistanês "Geo".

De acordo com a fonte, os aviões lançaram dois mísseis que mataram seis pessoas e feriram várias outras, e ainda continuam sobrevoando a zona.

O Waziristão do Norte é um refúgio tradicional de facções talibãs paquistaneses e afegãs, e também de membros da rede terrorista internacional Al Qaeda.

Os Estados Unidos recomendaram que o Paquistão a estenda a esta área a operação militar que seu Exército lançou no ano passado na província vizinha de Waziristão do Sul, mas até agora o comando militar paquistanês não acatou a orientação.

Em 2010, aconteceram mais de 30 ataques com mísseis dos EUA nas áreas tribais, a maioria na mesma demarcação atacada nesta terça.

O Governo paquistanês rejeita em público os ataques, mas fontes oficiais dos EUA e do Paquistão consultadas pela agência Efe afirmaram que os serviços de inteligência dos dois países trabalham juntos para realizar as ações.

O Paquistão pediu várias vezes aos EUA para ter acesso à tecnologia dos aviões não tripulados, para que suas forças de segurança passem a ser responsáveis pelos ataques.

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG