Nove soldados norte-americanos da Otan mortos no Afeganistão

Os nove soldados da Otan mortos e os 15 que ficaram feridos domingo em um dia de violentos combates no leste do Afeganistão eram norte-americanos, declarou esta segunda-feira à AFP um diplomata ocidental que solicitou o anonimato.

AFP |

Os soldados norte-americanos estavam em um posto avançado na província de Kunar, próximo da fronteira paquistanesa, quando foram alvo de ataques que duraram todo o domingo.

A Força de Assistência à Segurança (Isaf em inglês), composta por soldados de 40 nações, não revela a identidade nem a nacionalidade das vítimas e deixa normalmente a tarefa para as autoridades do país de origem.

A maior parte dos soldados mobilizados na província de Kunar são norte-americanos.

O diplomata ocidental confirmou que todas as vítimas eram norte-americanas. Desde o começo do ano, 133 soldados estrangeiros morreram no Afeganistão, segundo uma contagem da AFP baseada em comunicados militares. A maior parte deles foi vítima de bombas artesanais.

Leia mais sobre: Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG