Nove policiais afegãos morrem em ataque de forças estrangeiras

Cabul, 20 jul (EFE).- Pelo menos nove policiais afegãos morreram e outros quatro ficaram feridos em um bombardeio das forças internacionais na província ocidental de Farah, informou hoje à Efe uma fonte oficial.

EFE |

Um comboio de forças estrangeiras atacou por engano uma patrulha policial afegã no distrito de Anar Darah na noite de ontem, segundo o vice-governador da região, Younus Rasuli.

Ambas as partes iniciaram então um tiroteio, que durou cerca de quatro horas, até que as tropas estrangeiras bombardearam a zona e acabaram com a vida de nove agentes, segundo Rasuli.

Uma fonte oficial, citada pela agência "PAN", responsabilizou a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, pelo ataque.

"Ocorreu um enfrentamento, no qual ambas as partes pensavam que estavam lutando contra os talibãs", assinalou.

"As forças afegãs pediram apoio aéreo, e a Isaf bombardeou um posto policial e matou nove policiais", acrescentou.

A Isaf não emitiu nenhum comunicado sobre os combates travados em Farah.

No entanto, divulgou uma nota na qual lamenta a "morte acidental" de pelo menos quatro civis.

Segundo o comunicado, as tropas da Isaf lançaram ontem à noite um ataque que se desviou um quilômetro de seu alvo, na província oriental de Paktika.

Após o ataque, diversos civis feridos se apresentaram perante a base da Otan na zona para pedir auxílio.

Os enfrentamentos entre as forças internacionais e afegãs e a insurgência talibã são constantes no país, especialmente na região sul.

Mais de 2.100 pessoas, entre elas 700 civis morreram este ano no Afeganistão vítimas da violência EFE nh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG