Nove pessoas são enforcadas por assassinato e narcotráfico no Irã

Teerã, 7 mai (EFE).- O Irã executou nove pessoas nos últimos dias, quatro acusadas de assassinato e cinco de narcotráfico, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Segundo o diário "Vatan Emruz", quatro das penas capitais foram executadas na quarta-feira no patíbulo da prisão de Evin, no oeste de Teerã.

Entre os executados na capital está uma mulher de 30 anos, identificada como Zeynab Nazarzadeh, acusada de matar seu marido com um martelo.

A agência de notícias "Fars" indica que outras cinco pessoas, acusadas de narcotráfico, foram enforcadas na província oriental de Kerman.

Os culpados de assassinato, estupro, assalto à mão armada, sequestros, tráfico de drogas e espionagem podem ser condenados à morte no Irã, segundo a estrita interpretação da lei islâmica que rege o país. EFE jm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG