Nove monges budistas que participaram nas grandes manifestações contra a junta militar que governa Mianmar em 2007 foram condenados a penas que vão de seis anos e meio a oito anos de prisão, anunciou um porta-voz da oposição.

Além disso, 14 membros do partido da Prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi foram condenados a penas que vão de quatro a 10 anos de prisão, segundo Nyan Win, porta-voz da Liga Nacional pela Democracia (LND).

hla/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.