Nove ativistas da Al-Qaeda são detidos na Argélia

ARGEL - As forças policiais argelinas detiveram na terça-feira nove ativistas da organização terrorista Al Qaeda para o Magrebe Islâmico (AQMI) em uma operação desenvolvida simultaneamente em vários bairros de Argel, informaram nesta quarta-feira fontes de segurança.

EFE |

Trata-se de um grupo dirigido por Abderrahman S., que estava ativo nos grupos islâmicos armados desde meados dos anos 90 e mantinha estreitos vínculos com a direção da AQMI, segundo as mesmas fontes.

Uma das principais funções dos membros da rede desarticulada consistia em facilitar os deslocamentos dos chefes das brigadas da organização na capital e nas províncias de Tizi-Ouzou e Boumerdès.

Para isso, utilizavam veículos de luxo, falsos documentos de identidade e carteiras de estudante.

Também tinham a missão de planejar assassinatos de agentes das forças de segurança e de terroristas arrependidos, assim como fornecer produtos para a fabricação de artefatos explosivos.

Além da detenção dos nove ativistas, as forças de segurança apreenderam vários veículos, material de comunicação sofisticado e documentos falsos.

Em 20 de dezembro, aconteceu uma operação semelhante nos bairros populares de Argel, que acabou com a detenção de seis pessoas, quatro delas procuradas há mais de 15 anos, e a apreensão de uma carga de armas.

Leia mais sobre Al-Qaeda

    Leia tudo sobre: al-qaeda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG