Novas inundações na China deixam 94 mortos e 78 desaparecidos

De acordo com Ministério de Assuntos Civis, mais de 2 milhões foram afetados por chuvas torrenciais

EFE |

As inundações que atingiram o centro da China já deixaram 94 mortos e 78 desaparecidos, segundo dados do Ministério de Assuntos Civis.

De acordo com o escritório do Ministério, mais de 2 milhões foram afetados pelas inundações e chuvas torrenciais, que atingiram 13 divisões administrativas da China, especialmente na bacia do rio Yangtzé, a mesma onde nos primeiros cinco meses do ano muitos lagos e rios secaram. 

Uma das províncias mais afetadas pelas inundações é a de Zhejiang, na costa leste da China e a zona mais próspera do país, onde o rio Qiantang, principal da província, atingiu seu nível máximo em 50 anos.

AFP
Estudantes chineses usam cadeiras para andar em escola inundada em Wuhan, na Província de Hubei, região central da China (18/06/2011)

Informações da agência oficial "Xinhua" indicaram que mais de milhares foram afetados só nessa província, enquanto 1 mil empresas da zona foram obrigadas a parar suas operações.

Em outras regiões da bacia do Yangtzé, 500 mil tiveram de deixar suas residências em consequência das chuvas torrenciais e dos risco de enchentes. No mesmo período do ano passado, tais fenômenos causaram mais de 4,3 mil mortes, na temporada mais catastrófica dos últimos 12 anos.

    Leia tudo sobre: chinainundaçõesdeslizamento de terraenchente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG