Uma expedição organizada pela ONG americana Conservação Internacional (CI) descobriu 12 potenciais novas espécies de animais em uma floresta no sudeste do Equador. Ao todo, quatro tipos de anfíbios, um réptil e sete insetos foram encontrados, incluindo uma salamandra de olhos esbugalhados e um sapo-ponta-de-flecha venenoso.

Os cientistas atribuíram a descoberta ao fato de a região explorada, a bacia do alto rio Nangaritza, na Cordilheira do Condor, ter um acesso difícil e por ter sido alvo de décadas de disputas entre o Equador e o Peru.

"As espécies que descobrimos mostram a importância biológica dessa área", afirma Leeanne Alonson, vice-presidente do Programa de Avaliação Rápida da Conservação Internacional. "É fundamental que os ecossistemas da região sejam protegidos de maneira adequada."
A expedição também encontrou representantes de 11 espécies em vias de extinção no mundo, como a perereca-de-vidro e algumas aves.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.