Nova-iorquinos estão cada vez mais céticos com a reconstrução do marco zero

Nova York, 27 ago (EFE).- Os nova-iorquinos se mostram cada vez mais céticos com a reconstrução do marco zero e muitos deles sequer dizem acreditar que algum elemento relevante do novo World Trade Center esteja pronto para o décimo aniversário dos ataques que destruíram as Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001.

EFE |

Uma pesquisa divulgada hoje pela universidade americana de Quinnipiac mostra que 53% dos consultados consideram que o processo de reedificação dessa área, destruída há quase oito anos, vai "mal" ou "muito mal".

Essa percentagem é a mais alta desde 2002, quando esta universidade começou a pesquisar a opinião dos nova-iorquinos sobre o assunto.

Por outro lado, 40% percebem que a reconstrução vai "muito bem" ou "bem".

Os moradores de Manhattan têm uma atitude mais pessimista do que os vizinhos de outros bairros, e 63% deles consideram que as tarefas de recuperação do marco zero vão "mal" ou "muito mal".

Um total de 61% não crê que a primeira fase do monumento que será erguido em memória das vítimas esteja pronta em 2011, no décimo aniversário dos ataques, como pretendem as autoridades.

Além disso, 63% consideram que também não estará pronto em dezembro de 2013 o arranha-céu mais emblemático do novo World Trade Center, conhecido como Torre Liberdade.

Um em cada quatro entrevistados afirmou que o ritmo de reconstrução do marco zero os faz sentir "vergonha" de ser nova-iorquinos, o que representa a percentagem mais elevada desde 2006, quando a universidade começou a fazer tal pergunta.

Além disso, para três em cada quatro consultados, é "importante" ou "muito importante" que haja um progresso visível durante este ano.

A pesquisa do instituto de pesquisas da universidade de Quinnipiac, com sede no estado de Connecticut, foi feita entre os dias 18 e 24 deste mês com 1.290 eleitores nova-iorquinos. A margem de erro é de 2,7 pontos percentuais para mais ou para menos. EFE vm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG