Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Nova York se prepara para receber quase 5 milhões de eleitores

Ruth E. Hernández Beltrán.

EFE |

Nova York, 29 out (EFE).- A Junta Eleitoral de Nova York iniciou hoje a distribuição do equipamento necessário para as eleições da próximo terça-feira, que tem registrados 4,6 milhões de eleitores aptos a participar só nessa cidade.

Desde hoje e até a próxima segunda-feira, a junta distribuirá 8.888 máquinas de votação nos 1.351 colégios eleitorais localizados nos cinco condados da cidade, disse à Agência Efe o diretor adjunto do organismo, George González.

Segundo González, "tudo está pronto para terça-feira", quando os nova-iorquinos votarão para escolher os novos presidente e vice-presidente dos Estados Unidos, e também seus representantes no Congresso, no Senado, na Assembléia do estado e juízes dos condados.

A junta eleitoral distribuirá, além disso, 1.351 máquinas de votação adaptadas para o uso de portadores de deficiências, uma para cada colégio.

González contou que cerca de 34 mil pessoas trabalharão nos colégios para ajudar os eleitores a resolver os problemas que possam ter, embora a queixa principal se refira às longas filas.

"O público não tem problemas esperando em uma fila por um iPhone, mas para votar, quer entrar e sair rápido. Todo mundo tem interesse nesta eleição, portanto têm que ser pacientes", afirmou.

Segundo González, o Departamento de Justiça dos EUA deslocará observadores para o processo em alguns condados.

O pleito presidencial é o que mobilizam um maior número de eleitores. No de 2004, 4,3 milhões de residentes na cidade estavam registrados para votar e deles, 2,1 milhões acudiram às urnas.

Na terça-feira a junta eleitoral nova-iorquina espera a presença de 50% dos eleitores da cidade, que conta com uma população de 8,2 milhões de habitantes.

Estima-se que em Nova York estão registrados para votar entre 700 e 800 mil latinos, a maioria com preferência pelo Partido Democrata.

Um total de 13 hispânicos, todos democratas, buscam revalidar seu posto na terça-feira no Senado e na Assembléia.

As eleições são importantes para o Partido Democrata em Nova York, que buscar tomar o controle do Senado, em mãos republicanas, para o que precisa conseguir mais duas novas cadeiras.

No estado de Nova York, cerca de 12 milhões de eleitores estão registrados. EFE rh/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG