Elena Moreno Nova York, 17 abr (EFE) - A cidade de Nova York se prepara para receber nesta sexta-feira Bento XVI, que cruzará com o papamóvel uma das principais vias da metrópole, a Quinta Avenida, em meio a um grande esquema de segurança. O papa, que chega à Grande Maçã na sexta-feira e permanecerá na cidade até domingo, estará protegido por centenas de agentes do Departamento de Polícia de Nova York, do Serviço Secreto dos Estados Unidos e do FBI (polícia federal americana), além de equipes antiterrorismo, da segurança do Vaticano e das Nações Unidas. Segundo autoridades locais e federais, vários helicópteros devem vigiar os lugares pelos quais o pontífice passará nos próximos dias, entre eles o Marco Zero - antigo local das torres gêmeas do World Trade Center. A catedral de Saint Patrick e o estádio do time de beisebol New York Yankees, onde o papa rezará missas, também são alvos de intenso policiamento. O chefe da Polícia de Nova York, Raymond Kelly, prepara desde outubro a visita papal, que inclui uma ida a uma sinagoga de Manhattan fora da agenda oficial. Kelly também disse que o rio East será monitorado e que haverá franco-atiradores localizados no topo dos principais edifícios da cidade. Recebido nos EUA em sua dupla condição de líder religioso e chefe de Estado do Vaticano, Bento XVI ficará hospedado em Nova York na residência do núncio perante a ONU, Celestino Migliore, que também fica no centro da cidade e já está sendo vigiada há ...

EFE emm/bba/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.