WASHINGTON (Reuters) - Testes em estudantes de uma escola de Nova York deram positivo para uma influenza tipo A, segundo relatou a CNN neste sábado. Contudo, mais exames são necessários para checar se eles contraíram o vírus que tem atingido o México. Citando autoridades locais de saúde, a CNN afirmou que o Departamento de Saúde da cidade estava enviando as amostras dos nove estudantes para o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), em Atlanta, para exames mais detalhados.

Cerca de cem estudantes de uma escola do Queens ficaram doentes na semana passada, o que levou à realização dos primeiros testes, de acordo com a mídia local.

Uma rápida retirada de amostra da garganta pode dizer se a pessoa tem ou não influenza, mas testes mais específicos são precisos para determinar o tipo da doença.

Representantes do CDC disseram mais cedo neste sábado que esperavam um contato das autoridades locais e que não estavam envolvidos com o caso em Nova York. Eles ressaltaram que surtos de doenças respiratórias são comuns e não necessariamente significam que as pessoas estão com influenza.

Autoridades de saúde nos Estados Unidos, no Canadá e no México estão em estado de alerta por causa do novo tipo de influenza que, suspeita-se, matou 68 pessoas no México, infectou mais de mil no país e outras oito pessoas nos Estados Unidos.

(Reportagem de Roberta Rampton)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.