Nova York decreta emergência diante de nova nevasca

Prefeito toma medida antes mesmo de neve começar a cair; milhares de voos foram cancelados e transporte urbano deve ser afetado

iG São Paulo |

Uma forte nevasca atingiu a cidade de Nova York na noite de terça-feira, forçando o cancelamento de milhares de voos na quarta-feira. O transporte público urbano também deve ser afetado, mas as escolas públicas vão abrir, de acordo com anúncio feiro no início da manhã pelo Departamento de Educação.

A nevasca começou por volta das 21h (horário local), mas, horas antes, o prefeito Michael Bloomberg já havia declarado estado de emergência - medida que não foi tomada nos dias 26 e 27 de dezembro, quando a neve paralisou a cidade.

Segundo Bloomberg, a neve poderia alcançar até 35 centímetros de espessura em Nova York. O estado de emergência determina aos motoristas que evitem utilizar seus carros e permite a remoção de veículos que impeçam os serviços de limpeza da neve.

O prefeito foi alvo de duras críticas pela resposta considerada insuficiente às nevascas de dezembro. Na época, ele assumiu a responsabilidade pelas falhas e se disse "profundamente insatisfeito" com a atuação dos serviços de emergência.

A neve também causa transtornos em outras cidades americanas como Nova Jersey, Atlanta e Denver.

Com informações do The New York Times

    Leia tudo sobre: euanevascamichael bloombernova york

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG