Nova resolução da ONU reforça exigências ao Irã

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou neste sábado, por unanimidade, uma nova resolução reiterando a exigência de que o Irã suspenda seu programa de enriquecimento de urânio. A resolução, porém, não impõe novas sanções contra o Irã.

BBC Brasil |

O documento exige que o governo de Teerã cumpra as resoluções anteriores, que estabelecem o fim das atividades nucleares do país e a cooperação com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

O conselho só chegou a um acordo sobre a resolução deste sábado depois que a Rússia disse que não aceitaria novas sanções contra o Irã.

Temor
Os Estados Unidos e outras potências do Ocidente temem que o Irã, sigilosamente, tente desenvolver uma bomba nuclear ou a capacidade de produzir uma bomba e, por isso, querem que o país suspenda qualquer enriquecimento de urânio.

O governo iraniano afirma que seu programa nuclear tem fins pacíficos e que sua política é de dizer "sim" ao enriquecimento e "não" às armas nucleares.

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, já disse à ONU que seu país tem o "direito inalienável" de produzir energia nuclear.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG