Nova espécie de dinossauro herbívoro é achada nos EUA

O esqueleto parcial fossilizado de uma nova espécie de dinossauro herbívoro - que viveu há 185 milhões de anos - foi descoberto no estado de Utah, nos Estados Unidos, segundo um especialista.

AFP |

A descoberta do raro esqueleto de 'Seitaad ruessi' nas rochas avermelhadas da região de Navajo, confirma a prevalência da subordem de dinossauros chamada de sauropodomorfos no início do período Jurássico (entre 200 milhões e 144 milhões de anos a.C.), marcado por uma extinção em massa das espécies, explicou o paleontólogo Joseph Sertich, da Universidade Stony Brook de Nova York, um dos autores do estudo que será publicado na edição desta quarta-feira do jornal on-line PLoS ONE.


O novo dinossauro viveu há 185 milhões de anos (Imagem/AP)


O espécime, encontrado abaixo de casas de pedras e adobe do antigo povo Anasazi em um local conhecido como Ninho da Águia, conserva boa parte dos ossos, com exceção da cabeça e certas partes do pescoço e do rabo.

O 'Seitaad ruessi', dotado de um pescoço longo, media cerca de um metro de altura e possuía 4,5 metros de comprimento. Estima-se que seu peso variava entre 70 e 90 quilos. Podia caminhar em duas ou em quatro patas.

Ele é um ancestral de outros dinossauros de pescoço e cauda longos como os diplodocos, os apatossauros e os branquiossauros, que andaram pela Terra no período Jurássico tardio.

O nome Seitaad deriva de uma palavra em Navajo que se refere à lenda de um monstro do deserto, enquanto a segunda parte do nome atribuído à criatura homenageia o explorador americano Everett Ruess, que desapareceu nas areias do sul de Utah em 1934, quando tinha apenas 20 anos de idade.

Veja também


Leia mais sobre: Dinossauro

    Leia tudo sobre: dinossaurodinossauros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG