Nova contagem eleva número de mortos por furacões no Haiti para 426

Porto Príncipe, 22 set (EFE).- O número de mortos pelos furacões e tempestades tropicais que castigaram o Haiti durante as últimas semanas aumentou para 426, indica uma nova contagem divulgada hoje pelas autoridades locais.

EFE |

O relatório anterior situava o número de mortos em 326, segundo as autoridades, que indicaram que divulgarão números atualizados nas próximas horas.

O ministro do Interior haitiano, Paul Antoine Bien-Aimé, concedeu estes dados à imprensa e disse que o número de desaparecidos permanece em 50 e o de desabrigados em 800 mil.

O presidente do Haiti, René Préval, reiterou ontem a importância do apoio da comunidade internacional para enfrentar as nefastas conseqüências dos furacões para o país.

"A carga é pesada", declarou Préval antes de embarcar do Haiti para participar da Assembléia Geral da ONU, em Nova York, e anunciou que aproveitará sua viagem para se encontrar com vários de seus colegas na busca de ajuda para o país.

Segundo uma avaliação do Ministério da Agricultura do Haiti, os danos causados à agricultura do país superam US$ 180 milhões.

Nos últimos dias, a ONU e o Governo haitiano fizeram vários apelos de ajuda internacional avaliados em US$ 107,7 milhões para o país caribenho, mas até agora só recebeu 2% deste valor, segundo fontes oficiais.

"Espero que estes 2% representem somente o começo", declarou Préval.

A primeira-ministra do Haiti, Michèle Pierre-Louis, informou que o Governo tem US$ 21 milhões disponíveis para atender às necessidades mais urgentes da população.

O Haiti começa hoje três dias de luto pelas mortes das vítimas dos furacões e tempestades tropicais. EFE gp/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG