Ali, o Químico - Mundo - iG" /

Nova condenação morte para Ali, o Químico

Ali Hassan al Majid, conhecido como Ali, o Químico por ter usado armas químicas contra os curdos durante o regime de Saddam Hussein, foi condenado nesta terça-feira pela segunda vez à pena de morte por um tribunal de Bagdá, pela repressão da insurreição xiita en 1991.

AFP |

O Alto Tribunal Penal iraquiano, que funciona na ultraprotegida "zona verde" de Bagdá, também condenou à pena de morte Abdel Ghani Abdel Ghafur, líder do partido Baath no sul do Iraque na época do levante xiita, quando o país era governado por Saddam Hussein.

Depois de ter sido governador militar do Kuwait, invadido pelo Iraque em agosto de 1990, Ali Hassan al Majid, primo de Saddam Hussein, era ministro do Interior no momento da repressão que provocou 100.000 mortes nas províncias xiitas do sul do país, segundo a acusação.

"Ali Químico" já havia sido condenado a morte em junho de 2007 por seu papel np massacre de 182.000 curdos do Iraque nos anos 80.

ak/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG