Nos EUA, Uribe defende TLC e encontra ex-reféns das Farc

Washington, 19 set (EFE).- O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, retomou hoje em Washington o lobby a favor do Tratado de Livre-Comércio (TLC) e encontrou com os três americanos que estiveram em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e que foram resgatados em julho passado.

EFE |

Em sua visita oficial a Washington, Uribe, com um discurso no Brookings Institution, fez uma ferrenha defesa do TLC como uma ferramenta para atrair mais investimentos à Colômbia.

Porém, na apresentação em Brookings, o consenso entre vários especialistas foi de que o futuro do TLC, assinado em novembro de 2006, se definirá até depois das eleições de novembro, quando se elegerá o novo Congresso e o novo presidente dos EUA.

Na visita, o presidente colombiano se reuniu pela primeira vez com os três americanos que estavam seqüestrados pelas Farc e que foram resgatados na chamada "Operação Xeque", em 2 de julho.

Uribe teve um encontro privado com Marc Gonsalves, Thomas Howes e Keith Stansell, na residência da embaixadora colombiana nos EUA, Carolina Barco, mas não falou com a imprensa depois da reunião.

Na próxima semana, o líder colombiano participará das sessões da Assembléia Geral das Nações Unidas, onde fará um discurso na terça-feira. EFE mp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG