Copenhague, 28 out (EFE).- Um grupo de cidadãos noruegueses e russos anunciou hoje a apresentação, em Oslo, de uma denúncia contra o presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, por genocídio e crimes contra a humanidade e de guerra, devido a sua atuação no conflito com a região separatista da Ossétia do Sul.

A denúncia será apresentada amanhã em uma delegacia de Oslo, coincidindo com a visita de Saakashvili à Noruega, informou o grupo, em comunicado.

O objetivo é que o presidente georgiano assuma sua responsabilidade por seus "crimes" durante o conflito de agosto e se solidarizar com os povos russos e da Ossétia do Sul.

Saakashvili chegará hoje a Oslo e amanhã se reunirá com o primeiro-ministro norueguês, Jens Stoltenberg; e com o presidente do Parlamento, Thorbjorn Jagland; além de ser recebido em audiência pelo rei Harald V e pronunciar uma conferência no Instituto Nobel, antes de partir para a Suécia. EFE alc/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.