Noite de McCain começa com tensão e expectativa com apuração dos votos

Phoenix (Arizona, EUA.), 4 nov (EFE) - A noite da eleição começou tensa no hotel Arizona Biltmore, centro da festa republicana de John McCain, mas esse estado foi mudando à medida que o senador abria vantagem em alguns estados.

EFE |

Os partidários de McCain receberam com muitos aplausos as primeiras notícias de que o candidato republicano estava à frente do democrata Barack Obama na Geórgia ou na Virgínia, após as apurações iniciais.

Conforme um placar eletrônico gigante mostrava o desempenho de McCain, os simpatizantes presentes aplaudiam, confiantes em que o senador pelo Arizona seria capaz surpreender, após aparecer atrás nas pesquisas.

A noite começou com uma oração, o hino nacional dos Estados Unidos e, na seqüência, o hino da bandeira.

A solenidade abriu passagem a um espetáculo de índios americanos navajos e apaches, que dedicaram um baile com as roupas tradicionais ao público, enquanto começavam a surgir os primeiros resultados.

Uma banda de música, em seguida, deu o ritmo da noite, antes de abrir caminho a um coral de crianças, cuja atuação foi aproveitada por muitos para dar uma escapada ao buffet.

A temperatura da sala foi subindo à medida que passavam os minutos, em parte pela grande quantidade de focos dispostos pelos veículos de comunicação, ao mesmo tempo em que o volume das conversas aumentava.

As imagens do avião da governadora do Alasca e candidata à Vice-Presidência republicana, Sarah Palin, ao chegar a Phoenix foi outro dos momentos mais intensos da estréia da noite eleitoral.

Cerca de três mil pessoas assistem hoje à chamada "Noite da Vitória 2008" no hotel Arizona Biltmore de Phoenix, grande parte delas integrantes da imprensa internacional.

John McCain acompanha os resultados desde uma suíte presidencial deste estabelecimento, que, no passado, sempre esteve vinculado com momentos felizes de sua vida, como a recepção de seu casamento com a atual esposa, Cindy (1980), ou a celebração de sua nomeação como candidato à Presidência dos Estados Unidos. EFE fmx/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG