Noboa diz que vai a 2º turno com Correa no Equador

Quito, 22 abr (EFE).- O candidato Álvaro Noboa disse hoje esperar triunfar nas eleições gerais do próximo domingo no Equador e passar ao segundo turno do pleito presidencial, junto a Rafael Correa, atual chefe de Estado e que também pretender vencer.

EFE |

Noboa, em declarações à imprensa em Quito, onde deve participar de um comício com seus partidários, afirmou: "Vamos os dois ao segundo turno". O candidato ainda reiterou que no domingo ficará em primeiro nos votos, apesar das últimas enquetes estimarem sua derrota.

Segundo ele, seu otimismo se baseia em um registro em massa de simpatizantes feitos nos últimos 45 dias por seu grupo político, o Partido Renovador Institucional de Ação Nacional (Prian).

"Em 20 de abril já havia 2.533.725 filiados ao Prian e desde essa data até aqui seguimos filiando milhares de cidadãos no Equador inteiro", afirmou o candidato.

Por isso, frisou que essa coleta de eleitores "fará dele vencedor no primeiro turno" de domingo.

Mais de dez milhões de equatorianos estão convocados a ir às urnas no domingo e escolher, entre outras autoridades, o próximo presidente da República, cargo disputado por oito políticos, entre eles Correa.

Além de Correa e Noboa, se inscreveram o ex-presidente Lúcio Gutiérrez, a socialista Martha Roldós, o social-democrata Carlos González, o esquerdista Diego Delgado e os independentes Carlos Sagñay e Melba Jácome.

A lei equatoriana estabelece um segundo turno, previsto para 14 de junho, entre os dois candidatos mais votados na primeira etapa.

No entanto, se algum candidato alcançar no domingo a metade mais um dos votos ou 40%, com uma vantagem de dez pontos percentuais sobre o segundo, conquistará a Presidência de forma direta. EFE fá/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG